Florianópolis/Brasil – a felicidade não tem preço, tem endereço: condomínios, loteamentos e a apropriação da natureza

Wendel Henrique

Resumen


A apropriação da natureza pelas empresas do mercado imobiliário de Florianópolis/SC (Sul do Brasil) ocorre em um processo de valorização monetária de condomínios e loteamentos para a população de alta renda, desenvolvendo um acesso desigual à natureza na cidade. A natureza, a infra-estrutura e a qualidade de vida urbana são alguns dos aspectos vendidos pelo marketing imobiliário em Florianópolis. Este processo é capitaneado pelos grandes empreendedores imobiliários e pelos governos estadual e municipal. Vários empreendimentos e condomínios são construídos em associação com algum aspecto físico ou simbólico da natureza para atrair investidores e compradores. Alguns lançamentos do mercado imobiliário em Florianópolis são: Residencial ‘Portal do Sol’, ‘Maison du Flamboyant’, ‘Residencial Mata Atlântica’. Em Florianópolis a materialidade e a presença da natureza, como o mar e a vegetação, tem um grande poder atrativo no mercado imobiliário, o qual procura vender a cidade como uma ilha de felicidade.

Palabras clave


mercado imobiliário; natureza; Florianópolis; Brasil

Texto completo:

HTML (Português)


DOI: https://doi.org/10.1344/sn2005.9.931

Copyright (c)

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona