Políticas afirmativas e mestiçagem no Brasil.

Pedro de Almeida Vasconcelos

Resumen


O atual debate no Supremo Tribunal Federal brasileiro sobre as políticas afirmativas voltou a chamar atenção para a questão das cotas que priorizariam os "afro-descendentes". O artigo inicia pelo resumo da situação dos Estados Unidos, que serve de modelo às políticas afirmativas propostas e continua, com maior detalhe, analisando a complexidade da realidade racial brasileira. É comentada a situação histórica dos brancos, dos mestiços, dos negros e indígenas, incluindo comentários sobre a co-responsabilidade dos africanos no tráfico de escravos. O artigo conclui com o risco de tentar separar a sociedade brasileira em dois blocos formados por "brancos" e "afro-descendentes", simplificando uma sociedade muito mestiçada e que apresenta enormes desigualdades sociais.

Texto completo:

HTML (Português)

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Biblio3W Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona