A importância da distribuição das estruturas esportivas para o legado urbanístico das cidades - sede dos Jogos Olímpicos

Yumi Yamawaki, Fábio Duarte de Araújo Silva

Resumen


As discussões sobre o legado de grandes eventos esportivo ocorrem em sua maioria sem estudos empíricos e sob premissas teóricas com o apoio de interesses políticos e mercadológicos. Este artigo analisa o conceito de legado em termos morfológicos, do ponto de vista do Comitê Olímpico Internacional (COI) e das cidades que sediaram os JO, dando especial atenção a distribuição das estruturas esportivas no espaço urbano. O objetivo foi verificar se as estruturas construídas para os JO redirecionam a dinâmica urbana, e como o fazem em cada cidade-sede, visto que o legado físico se diferencia em função de fatores culturais e do estágio de urbanização em que se encontram as cidades.

Palabras clave


Jogos Olímpicos; legado urbanístico; estruturas esportivas; grandes projetos urbanos

Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2015 Biblio3W Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona