A assistência nos anos iniciais da Primeira República brasileira: a maternidade e a infância como problema social

Ismael Gonçalves Alves

Resumen


No período que compreendeu a Primeira República a preocupação com a população e o futuro do país, impulsionou a classe médica e a burocracia estatal a criarem mecanismos de proteção social que privilegiassem a assistência à maternidade e à infância pobre. Focalizado nas primeiras décadas do século XX, este estudo busca discutir como a preocupação com o futuro socioeconômico da nação obrigou as altas esferas do poder, bem como a filantropia, a repensarem seu papel na proteção das mães e das crianças brasileiras, pois para promover a construção de país forte e desenvolvido, de acordo com o pensamento predominante do período, passava impreterivelmente pela salvaguarda de uma maternidade e da infância hígida.

Palabras clave


maternidade; infância; assistência; proteção social; sistemas de ajuda

Texto completo:

PDF (Português)

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2015 Biblio3W Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona