FES: Transições, vias de desenvolvimento e questões territoriais: uma abordagem a partir de Antonio Gramsci

Marcos Aurélio da Silva

Resumen


Os estudos geográficos e/ou sócio-históricos que se ocupam da categoria de formação econômica e social (FES) como forma de fazer avançar as pesquisas em torno das questões territoriais tem revelado certa carência em termos conceituais. Guiado pelo tema das especificidades geográficas, certamente inerente ao uso desta categoria, o esforço para a sua valorização teórica tem, todavia, se inclinado a uma absorção acrítica de teorias que não correspondem ao corpo epistemológico que a forjou, a saber, o materialismo histórico. As análises de Antonio Gramsci, calcadas ao mesmo tempo na apreensão da universalidade e particularidade do processo histórico sugerem ser um caminho de grande fertilidade para a superação deste problema, que não é apenas teórico, mas simultaneamente político, vale dizer, ligado às formas de desenvolvimento e aos processos de transição civilizacional.

Palabras clave


Gramsci; formação econômica e social; questões territoriais

Texto completo:

PDF (Português)

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2016 Biblio3W Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona