Jogos Olímpicos Rio-2016 - a democratização da gestão pública do espaço urbano como um legado (possível/impossível) a ser conquistado pela população da cidade.

Cristovão Fernandes Duarte

Resumen


O presente trabalho defende que a democratização da gestão pública do espaço urbano deve ser o maior legado social e urbanístico dos Jogos Olímpicos de 2016 a ser perseguido e conquistado pela população carioca. A magnitude dos eventos programados, bem como o montante de recursos públicos a ser investido na modernização da infra-estrutura urbana impõem a necessidade de uma maior transparência nos processos decisórios e uma efetiva participação da sociedade na definição das prioridades de investimentos. Como estratégia de ação propõe-se que a Universidade assuma um maior protagonismo tanto na mediação quanto na qualificação do debate público com os diversos atores envolvidos.

Texto completo:

HTML (Português)

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Biblio3W Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona