Redes agroindustriais e urbanização dispersa no Brasil

Denise Elias

Resumen


Ao lado da metropolização, o Brasil passou por significativas transformações urbanas, a partir dos anos de 1980, quando crescem também as cidades médias e locais. Tudo isto promove a quebra de paradigmas, fazendo com que os antigos esquemas utilizados para classificar a rede urbana brasileira, as divisões regionais e as regiões metropolitanas, até hoje amplamente empregados, encontrem-se, em parte, ultrapassados. Uma das vias de reconhecimento das mudanças é a compreensão de como se processa a produção dos espaços urbanos não metropolitanos associados à reestruturação produtiva da agropecuária. Temos como objetivo principal reconhecer os processos e a dinâmica de (re)produção dos espaços urbanos não metropolitanos e as novas relações campo-cidade promovidas pela reestruturação produtiva da agropecuária, especialmente considerando cidades com papéis de intermediação na rede urbana brasileira, nós importantes de gestão das redes agroindustriais globalizadas.

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona