Proeminência e dessacralização da personagem histórica por meio do anacronismo em Los perros del paraíso de Abel Posse e As Naus de Lobo Antunes

Mauro Cavaliere

Resumen


Este artigo insere-se no âmbito de um projeto de literatura comparada cujo objetivo é destacar certas correspondências em determinadas obras de ficção de língua espanhola e portuguesa. O que queremos salientar é a forma como determinadas problemáticas históricas e sociais são configuradas na obra de um ou outro escritor, muitas vezes com analogias visíveis no que se refere a tópicos, estilo, personagem, estruturas actanciais.

Os dois romances pelos quais optamos neste artigo são Los perros del paraíso (1983) do argentino Abel Posse e As Naus (1988) do português António Lobo Antunes. Ambos os romances podem ser inseridos no âmbito daquilo que, na teoria do romance histórico, é definido como novo romance histórico ou romance histórico pós-moderno e, para além desta semelhança, compartilham uma visão comum sobre o processo de colonização nos séculos XV-XVI.


Palabras clave


literatura portuguesa; literatura argentina; literatura comparada; novela histórica posmoderna

Texto completo: HTML

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.
RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona