A representação geográfica nos brasões de armas dos países da América Latina

Tiago Berg

Resumen


Este artigo procura fazer uma reflexão sobre a representação geográfica nos brasões de armas dos países da América Latina, mostrando como as características físicas, os aspectos da paisagem, os elementos da economia e os símbolos republicanos foram usados pelas elites locais para compor um imaginário de nação no século XIX. Este processo de “naturalização do território” foi utilizado como um recurso importante no discurso nacional, pois nesta época, na maioria dos casos, as nações latino-americanas eram compostas de Estados multi-étnicos, com fortes diferenças de classe e uma grande população analfabeta, além de um território muito tênue do ponto de vista da integração nacional. Assim, os elementos ligados ao geográfico, através do uso da imagem dos brasões, transmitiam mensagens fortes aos cidadãos, mostrando como estes símbolos heráldicos podem se converter em uma importante fonte de pesquisa para se desvendar o processo de construção do imaginário de nação.

Palabras clave


brasões; geografia; América Latina; nacionalismo

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona