Logística, sistemas de movimento, fluxos econômicos e interações espaciais no território paulista: uma abordagem para a Geografia dos Transportes e Circulação

Márcio Rogério Silveira

Resumen


O presente trabalho procura expressar as transformações produtivas e de consumo ocorridas no estado de São Paulo em consonância com a logística, os sistemas de movimento e os fluxos econômicos. A referida desconcentração produtiva e de consumo rumo ao interior só foi possível, no ritmo acelerado, com a combinação hierarquizada de alguns elementos básicos, como: 1) a logística enquanto estratégia, planejamento e gestão (inclusive na concessão de serviços públicos à iniciativa privada) de transportes, armazenamento e comunicações; 2) o aprimoramento tecnológico dos sistemas de movimento (infra-estruturas e meios de transportes) e 3) os fluxos econômicos (bens, serviços, informações, capitais e pessoas) no território. Dessa forma, partimos para uma análise dos impactos da “quinta revolução logística” e as alternativas entre sistemas de movimento e fluidez territorial no atendimento das demandas corporativas no território paulista.

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona