563. Medidas de mobilidade: estratégia de competição e gentrificação dos centros urbanos

Laura Machado, Lívia Salomão Piccinini

Resumen


 

Face à crise ambiental e urbana, a abordagem de “cidade sustentável” tornou-se parte do discurso político hegemônico para competir por investimentos. O planejamento estratégico vende a imagem de uma cidade ideal, reconfigurada, reformada, revitalizada através de rankings de melhores cidades. Entre as pautas da requalificação urbana está a mobilidade. Walkability, livability, bikefriendly são algumas dessas representações, porém, as consequências sociais advindas desse processo não estão sendo discutidas. Na eminência da elaboração dos planos de mobilidade nas cidades brasileiras, este artigo analisa o crescente interesse na mobilidade urbana sob três abordagens: o investimento em grandes obras de infraestrutura para a mobilidade por ocasião da Copa do Mundo no Brasil.


Palabras clave


gentrificação; mobilidade sustentável; planejamento estratégico; competitividade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1344/sn2017.21.18576

Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona