O papel do Estado na migração internacional: o exemplo dos dekasseguis

Ricardo Hirata Ferreira, Liliana Bueno dos Reis Garcia

Resumen


Temos como preocupação saber como tem se comportado os Estados Japão e Brasil perante a atual migração internacional de brasileiros descendentes de japoneses, conhecidos como dekasseguis (1) , que desde o final da década de 1980 tem se dirigido ao Japão na condição de trabalhadores para executar trabalhos "braçais". O Estado brasileiro que no início do século financiou a vinda dos imigrantes japoneses ao seu território, assume agora a posição de expectador dessa migração de brasileiros ao Japão, estando, contudo ciente das remessas dos dekasseguis ao Brasil. O Japão diante do aumento da imigração ilegal ao seu território, em função de uma demanda de trabalhadores mais baratos, assume o papel de controlador desse fluxo migratório, enrijecendo as barreiras à entrada do imigrante ilegal e permitindo a entrada do imigrante descendente de japonês.

Palabras clave


Estado; Brasil; Japão; migração dekassegui

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona