Migração e crescimento urbano: o Seridó Potiguar em análise

Eugênia Maria Dantas, Ione Rodrigues Diniz Morais

Resumen


O Seridó Potiguar localiza-se no Semi-árido nordestino, região susceptível a períodos de estiagem, cuja base econômica agrária prevaleceu até os anos de 1970. O estudo das migrações campo-cidade, no interstício 1940/2000 nos coloca frente as evidências de um crescimento urbano neste espaço regional. Este processo foi desencadeado por mudanças circunscritas as relações de trabalho e aos novos signos que a cidade encerra, descortinando-se como espaço de promissão do saber, do trabalho e do lazer. Neste sentido, as migrações provocam o crescimento da população citadina com ampliação do sítio urbano, gerando uma pressão social sobre o poder público no que se refere a oferta de serviços e de empregos. Além disso, o deslocamento populacional favoreceu a emergência e proliferação do mercado informal, importante fonte de renda nos dias atuais.

Palabras clave


Migração; crescimento urbano; região; Rio Grande do Norte; Seridó

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona