No trabalho dos pescadores artesanais a Lagoa dos Patos vive e dá vida

César Augusto Ávila Martins

Resumen


Este artigo pretende discutir o trabalho dos pescadores artesanais no município do Rio Grande, junto ao Estuário da Lagoa dos Patos no litoral do Estado do Rio Grande do Sul, no Sul do Brasil. Considera a reprodução simples da pesca artesanal como um dos momentos da reprodução ampliada do capital. Sua manutenção é através da reprodução das famílias com a multiplicidade de atividade desempenhas por seus membros. A linha básica de reflexão trata da produção do capital num lugar da moderna sociedade capitalista baseada na produção de relação não capitalistas. Será apresentado o processo de produção social da Natureza do Estuário pelos diferentes agentes sociais, seguida das estratégias de manutenção da pesca artesanal e das perspectivas analíticas possíveis da reprodução do trabalho dos pescadores artesanais.

Palabras clave


pescadores artesanais; indústria; reprodução social

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona