Desconcentração da indústria brasileira e seus efeitos sobre os trabalhadores – A indústria automobilística no Paraná

Benilde Maria Lenzi Motim, Olga L. C. Freitas Firkowski, Silvia Maria P. de Araújo

Resumen


A conjunção dos deslocamentos do capital mundial e de uma série de medidas políticas internas de estabilização econômica favoreceu, no Brasil dos anos 90, a atração de grandes investimentos, parte dos quais apresentaram uma lógica de localização, que pode ser apreendida pelo processo de desconcentração. No âmbito da indústria automobilística, o estado do Paraná destacou-se a partir da implantação de empresas como a Renault e a Audi-Volkswagen, desencadeando uma fase industrial pautada por novos padrões de produção e de produtividade. Com a emergência deste sistema produtivo integrado, cujas características produzem um novo ordenamento espacial das indústrias e dos serviços, abordaremos as alterações significativas no trabalho, no mercado de trabalho e nas organizações dos trabalhadores, relacionadas ao setor automobilístico.

Palabras clave


desconcentração; sindicato; indústria automobilística

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona