Testes genéticos preditivos: uma reflexão bioético jurídica

Fernanda de Azambuja Loch

Resumen


A possibilidade da realização de testes genéticos preditivos pode trazer novas perspectivas para a prevenção e tratamento de doenças. No entanto, apesar desses avanços, é necessária uma reflexão acerca dos aspectos negativos que podem surgir a partir do uso indiscriminado dessas tecnologias. Para que a realização dessas análises seja jurídica e eticamente adequada, é necessário observar os princípios bioéticos, através do aconselhamento genético e do consentimento informado; assim como o princípio jurídico da dignidade humana e os direitos de personalidade.

Palabras clave


Bioética; testes genéticos; consentimento informado; aconselhamento genético; dignidade humana; direitos de personalidade

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.1344/rbd2014.30.9912

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c)

© 2004-2017 Máster en Bioética y Derecho - Observatori de Bioètica i Dret - Cátedra UNESCO de Bioética - Universitat de Barcelona

RCUB revistesub@ub.edu Avís Legal RCUB Universitat de Barcelona