Redes, coesão e fragmentação do território metropolitano.

Sandra Lencioni

Resumen


Na sociedade contemporânea a produção do espaço urbano se constitui como o novo centro da acumulação e tem a capacidade de proporcionar sobrevida às relações capitalistas. Por isso, a questão do espaço emerge com grande ênfase. A contribuição de Léfèbvre, no que diz respeito ao espaço, é destacada e precedida da pergunta: por que Léfèbvre fascina os geógrafos? Atenção especial é dada à tríade proposta por Léfèbvre para a compreensão do espaço na sociedade moderna, onde o espaço é homogêneo, fragmentado e hierarquizado. Discute-se, também, as redes vistas como mediações, mas também como momentos da produção e produtoras de um novo espaço. Por meio delas se garante a continuidade na descontinuidade, a unidade, na fragmentação.

Palabras clave


espaço; fragmentação; homogeneidade; hierarquia; redes

Texto completo:

HTML (Italiano)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona