Indústria e Engenheiros no Portugal de fins do século XIX: o caso de uma relação difícil

Maria Paula Diogo

Resumen


Os Alvitres, publicados na Revista de Obras Publicas e Minas,em 1899, constituem um documento extremamente interessante para a avaliação do papel dos engenheiros portugueses no processo de implementação da modernidade industrial em Portugal. Os Alvitres são dirigidos simultaneamente ao governo e aos próprios engenheiros (estes na figura da Associação dos Engenheiros Civis portugueses). As primeiras 10 sugestões filiam-se, claramente, numa visão proteccionista, cobrindo três áreas fundamentais: competências específicas e inovação, indústria e mercado de trabalho e sistema educativo. As restantes 8 sugestões devem ser entendidas enquanto medidas de estratégia, permitindo-nos perceber a importância e o poder dos engenheiros portugueses em termos económicos e políticos. Na presente comunicação pretendo analisar os Alvitres como um exemplo das dificeis relações entre a engenharia e a indústria portuguesas em finais do século XIX.

Palabras clave


engenharia; indústria; inovação

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona