A geografia sindical da formação profissional: esboços de interpretação ontológico-geográficos do mundo do trabalho

Marcelo Dornelis Carvalhal

Resumen


A formação profissional é uma das principais preocupações dos gestores de políticas públicas e do empresariado, no Brasil este é um tema recorrente para justificar, entre outras coisas, o desemprego crescente, relegando a responsabilidade para os próprios trabalhadores, neste sentido os sindicatos têm sido chamados a colaborarem no esforço de formação técnica da mão-de-obra. Expressando as diferenças no meio sindical, tais esforços situam-se entre o colaboracionismo acrítico às proposições do capital e intervenções pontuais no processo, procurando reservar algumas concepções de formação profissional gestadas pelo sindicalismo. Entre os diversos sentidos que recobrem tais práticas, cabe destacar o vislumbramento dos instrumentos de "investidura" territorial do capital sobre a territorialidade do trabalho.

Palabras clave


trabalho; território; formação profissional; sindicato

Texto completo:

HTML (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona