Decisões judiciais no campo da biotecnociência: a bioética como fonte de legitimação

Autores/as

  • Maria Tedesco Vilardo Juíza de Direito na Comarca da Capital do Rio de Janeiro - Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.1344/rbd2013.27.7516

Palabras clave:

judicial decision, judiciary, bioethics, biolaw

Resumen

O presente artigo é apresentado por exigência de qualificação de tese de doutorado em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva. São analisadas três decisões judiciais de cunho existencial com abordagem bioética. A metodologia utilizada é de pesquisa documental em arquivo para análise e compreensão dos conceitos de vida, saúde e liberdade, através do discurso jurídico a partir da teoria de Canguilhem que trabalha com os conceitos de normal e de patológico. Dos acórdãos analisados pode-se inferir a relevância das teorias bioéticas para decisões não somente preocupadas com a legalidade, mas justas.

Biografía del autor/a

Maria Tedesco Vilardo, Juíza de Direito na Comarca da Capital do Rio de Janeiro - Brasil.

Doutoranda em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva em associação da UERJ, UFRJ, UFF e FIOCRUZ. Juíza de Direito na Comarca da Capital do Rio de Janeiro.

Publicado

2013-01-02

Número

Sección

Sección General

Artículos similares

También puede {advancedSearchLink} para este artículo.