Por uma bioética da biodiversidade

Autores/as

  • Bruno Torquato de Oliveira Naves Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas - Brasil)
  • Maria Freire de Sá Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.1344/rbd2013.27.7518

Palabras clave:

ética, meio ambiente, biodiversidade, bioética, princípios

Resumen

A Bioética continua a expandir seus horizontes, mas ainda é incipiente a teorização filosófica de uma Ética para o meio ambiente. Este trabalho aborda a questão de fundo dos textos bioéticos ambientais, contra a posição da Ética clássica: é possível construir uma Ética para os outros seres vivos? Avalia-se, ainda, as características dessa nova Ética e a necessidade, principalmente no Brasil, das obras sobre o assunto possuírem uma filiação mais clara a uma teoria ética.

Biografía del autor/a

Bruno Torquato de Oliveira Naves, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas - Brasil)

Doutor e Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas - Brasil); Professor do Mestrado em “Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável” da Escola Superior Dom Helder Câmara (Brasil); Professor nos Cursos de Graduação e Especialização em Direito na PUC Minas; Pesquisador do Centro de Estudos em Biodireito – CEBID.

Maria Freire de Sá, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil) e Mestra em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (Brasil); Professora nos Cursos de Graduação, Especialização, Mestrado e Doutorado em Direito da PUC Minas; Pesquisadora do Centro de Estudos em Biodireito – CEBID.

Publicado

2013-01-02

Número

Sección

Sección General