Professor de Geografia: entre o Estudo do Fenômeno e a Interpretação da Espacialidade do Fenômeno

Valéria de Oliveira Roque Ascenção, Roberto Célio Valadão

Resumen


As reformas do setor educacional brasileiro têm como ponto importante a reorganização dos currículos escolares e, consequentemente, dos conteúdos que sustentam as práticas pedagógicas. Cabe destacar que essas práticas são produzidas por professores cuja formação inicial e continuada talvez não favoreça a produção de alterações em suas ações pedagógicas. As propostas curriculares para a renovação do ensino de Geografia fazem central o entendimento da espacialidade dos fenômenos. Essa disciplina escolar passa ter a finalidade de munir, teórica e metodologicamente, os educandos para a interpretação das organizações espaciais. Este trabalho apresentará indícios inicias relativos à identificação das relações entre o conhecimento pedagógico do conteúdo, a interpretação da espacialidade dos fenômenos e a permanência de aulas de Geografia que se dedicam ao estudo de componentes espaciais, mas não a interpretação das organizações espaciais.

Palabras clave


Espacialidade; conhecimento docente; metodologia de ensino; formação docente

Texto completo:

PDF (Português)


Copyright (c)

RCUB RCUB Declaració ètica Avís Legal Centre de Recursos per a l'Aprenentatge i la Investigació Universitat de Barcelona